TRE/GO promove debate sobre a participação da mulher na política

Evento on-line está disponível no Canal do YouTube

Evento on-line está disponível no Canal do YouTube

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás promoveu nesta quarta-feira, 15, um debate on-line entre representantes femininas que atuam junto ao Poder Judiciário goiano sobre a necessidade de ações mais efetivas para promoção da igualdade de gênero na política. O evento, intitulado “A Mulher na Política”, organizado pela Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TRE/GO, está disponibilizado na íntegra no canal do YouTube deste Regional (canaltrego).

A Diretora-Geral em exercício, Cristina Tokarski, abriu o evento mencionando a importância de garantir a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para a liderança em todos os níveis de tomada de decisão na vida política, econômica e pública. Relembrou que esse encontro faz parte de um despertar nacional instituído pelo Tribunal Superior Eleitoral, assim como pelo Conselho Nacional de Justiça.

A coordenação da mesa de debates ficou a cargo da Secretária Judiciária do TRE/GO, Fernanda Lucas, que agradeceu o apoio da atual gestão, capitaneada pelo Desembargador Leandro Crispim, que patrocinou a causa. “Por meio de seu dinamismo e vanguardismo, possui hoje um quadro considerável de mulheres à frente dos postos de comando do TRE de Goiás”, afirmou a Secretária a respeito do Presidente do Tribunal.

As participantes do debate, Nara Bueno, advogada eleitoralista, ativista feminina e Sabrina Leles, Delegada titular na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos, responderam a várias rodadas de perguntas elaboradas pela produção do evento e também aos questionamentos dos internautas, no último bloco.

Além de compartilharem suas trajetórias, experiências e desafios, as debatedoras também abordaram o quadro atual de representatividade feminina na política e seus desdobramentos, os fatores políticos e legislativos relacionados à desigualdade de representação democrática, o papel da divisão tradicional das funções atribuídas à mulher na sociedade brasileira e mudanças necessárias para alterar o cenário efetivamente.

Sabrina Leles compartilhou histórias vivenciadas em sua atuação como Delegada, mencionando o estranhamento social que muitas vezes causou no início de algumas missões, percepção sempre transformada graças a muito trabalho positivo realizado e ao apoio da Polícia Civil, que endossa o protagonismo feminino. Defendeu a “valorização e reconhecimento da mulher em postos essenciais” e a importância da educação de forma ampla. “A mulher precisa se conscientizar de que enquanto ela não for representada politicamente, ela não verá seus direitos e necessidades atendidos, inclusive pelas forças públicas”, ressaltou a Delegada.

Nara Bueno discorreu sobre a existência de uma barreira invisível que impede o acesso da mulher a ambientes públicos e postos de alto comando. Defendeu o rompimento de tal barreira através da correção de desigualdades e distorções. Em seu entendimento, não bastam as atuais cotas de gênero para registros de candidaturas, sendo necessárias cotas de representação parlamentar. Afirmou, categoricamente: “Se nós quisermos implementar uma democracia sedimentada, forte, diversa e paritária, nós temos que implementar mudanças culturais, sociais, políticas e legislativas em relação às mulheres.” Parafraseando uma das fundadoras do feminismo filosófico, a escritora inglesa Mary Wollstonecraft, a advogada proclamou: “ O começo é sempre hoje.”  

Assista à íntegra do evento no Canal do YouTube do TRE/GO.

 

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

Últimas notícias postadas

Recentes