Mais de 100 mil eleitores goianos podem ter seu título cancelado

Eleitor que não se apresentar à Justiça Eleitoral pode perder uma série de direitos

título

    A Justiça Eleitoral divulga lista com nomes dos eleitores que podem ter seu título cancelado caso não regularizem sua situação eleitoral até o dia 6 de maio. Estão nessa situação todos os votantes que não compareceram e nem justificaram ausência nos últimos três turnos eleitorais consecutivos.

   Goiânia é a quarta capital do país com maior número de ausentes e cerca de 40 mil títulos podem ser cancelados. Ao todo em Goiás são 100.988 eleitores se encontram em situação irregular.

    Para manter o título, o eleitor precisar se dirigir ao cartório eleitoral ou posto de atendimento para emitir a guia de pagamento da multa, portando os seguintes documentos:

  • documento com foto

  • título de eleitor ou e-Título

  • comprovante de votação (caso o eleitor tenha comparecido às eleições)

  • comprovante de justificativa (caso o eleitor já tenha justificado sua ausência)

      Em alguns casos, a guia para pagamento poderá ser emitida pela internet. Basta entrar no site do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE/GO) (acesse pelo link) emitir a guia, efetuar o pagamento e posteriormente se dirigir ao cartório eleitoral para efetuar a baixa no sistema. Se por ventura o eleitor precisar fazer alguma alteração em seu cadastro, poderá aproveitar a oportunidade e atualizar seus dados no momento da quitação da multa.

      Para aqueles com dificuldade no exercício do voto, seja por deficiência ou problemas de locomoção, o eleitor ou algum parente deve se dirigir à um cartório eleitoral e comprovar essa dificuldade, abrindo então um processo que será analisado pelo juiz. Comprovada a impossibilidade, o votante ficará quite com a Justiça Eleitoral para os próximos pleitos.

     A regra para os eleitores que estavam fora do Brasil no dia da votação é que podem justificar a ausência às eleições até 30 dias depois que retornam ao país, entretanto, para os eleitores que constam na lista de cancelamento é necessário que a justifica chegue ao cartório eleitoral até o dia 6 maio, informa Loirí Schwingel, coordenadora administrativa da Corregedoria do TRE/GO.

     De acordo com o Código Eleitoral, aqueles que não regularizarem sua situação estarão impedidos de obter passaporte, se inscrever em concurso público, e até de receber salários, caso sejam servidores públicos.

    Para saber o nome dos eleitores sob risco de cancelamento de título, clique aqui (arquivo PDF).

Últimas notícias postadas

Recentes